Egito decreta estado de emergência

O governo do Egito declarou nesta quarta-feira estado de emergência por um mês, após a violenta ação policial para desalojar os partidários do destituído presidente Mohamed Mursi no Cairo. A operação, que já está sendo chamada de massacre pela oposição, deixou centenas de mortos – entre eles um cinegrafista do canal britânico Sky News.